segunda-feira, 18 de abril de 2011

Curitiba inaugura expresso boqueirão

18/04/2011 - Webtranspo

Nessa linha, vai circular novo modelo gigante

Prefeito anunciou extensão do sistema

O sistema de transporte coletivo de Curitiba (PR) ganhou na última semana o chamado “Expresso Boqueirão”, que oferecerá aos passageiros locais um lote de dez ônibus de 28 metros de extensão biarticulado. Os ônibus transportarão 250 pessoas no trajeto Terminal Boqueirão à praça Carlos Gomes.

Na ocasião, Luciano Ducci, prefeito da cidade, anunciou que o projeto será levado para o eixo Norte-Sul. "O Ligeirão Boqueirão ganhou muita qualidade com este novo ônibus. Vamos levar o benefício do Ligeirão também para o Eixo Norte-Sul, inicialmente do Santa Cândida à Praça do Japão", disse o prefeito.

A entrada em operação dos novos ônibus biarticulados, segundo informações da prefeitura, vai ampliar em 45% a oferta de lugares na linha Ligeirão. Outro diferencial é que os biarticulados vão operar com biocombustível a 100%. Até aqui, seis ônibus da Linha Pinheirinho-Carlos Gomes (Linha Verde) circulam com bio 100. Este número passará agora para 24 ônibus e, até o fim de 2012, para 140 ônibus.

Velocidade

Para Luiz Filla, gestor de operação de transporte urbano, os novos modelos trafegarão ao longo da pista exclusiva da avenida Marechal Floriano, até o Boqueirão, a uma velocidade média de 28 quilômetros por hora.

“Essa velocidade garante ao passageiro chegar mais rapidamente ao destino, se comparada a viagem no expresso com paradas em todos os pontos, porque o usuário é o grande ganhador, resultado da transposição, que permite viagens quase sem paradas, e o desalinhamento das estações”, explica.

sábado, 16 de abril de 2011

Em Curitiba, O Maior ônibus do mundo, o Ligeirão azul começa a circular neste sábado

15/04/11 - Jornale

Os novos biarticulados – os maiores ônibus do mundo – entrarão em circulação na linha Ligeirão Boqueirão às 7h20 deste sábado. Serão dez ônibus de 28 metros de extensão, com capacidade para 250 passageiros, que vão substituir os dez ônibus articulados vermelhos, de 18 metros de extensão e capacidade para 170 passageiros. Outros 14 biarticulados de cor azul vão substituir os articulados vermelhos da linha Pinheirinho-Carlos Gomes, na Linha Verde, até o início de maio.

“Os novos ônibus biarticulados, movidos exclusivamente por biocombustível, inauguram um novo ciclo na história do transporte público curitibano", diz o prefeito Luciano Ducci. "O transporte coletivo de Curitiba entra, como os novos Ligeirões, na terceira fase do Sistema de Ônibus Expresso, inaugurado em 1974”, diz o presidente da Urbs, Marcos Isfer.

O Ligeirão Boqueirão transporta por dia 25 mil passageiros. Tem como pontos de chegada e saída o terminal Boqueirão e a estação tubo Praça Carlos Gomes fazendo apenas quatro paradas no trajeto de 10,3 quilômetros: nos terminais Hauer e Carmo e nas estações UTFPR (antigo Cefet) e, até o fim do recadastramento eleitoral, também na estação TRE.

A parada do Ligeirão na estação TRE foi definida pela Urbs e pela Prefeitura como uma forma de colaborar com os curitibanos e com a Justiça Eleitoral no recadastramento. As paradas são as mesmas, na ida e na volta ,e a viagem do Ligeirão, em horário de pico, leva 20 minutos. O Expresso Boqueirão, biarticulado vermelho, faz 19 paradas, aí incluídos os pontos de chegada e saída, fazendo a viagem em 35 minutos.

A entrada em operação dos novos ônibus biarticulados amplia em 45% a oferta de lugares na linha Ligeirão. Outro diferencial é que os novos biarticulados azuis vão operar com biocombustível a 100%, ou seja, sem mistura de óleo diesel ou qualquer outro óleo mineral. Até aqui, seis ônibus da Linha Pinheirinho-Carlos Gomes (Linha Verde) circulam com bio 100. Este número passará agora para 24 ônibus e, até o fim de 2012, para 140 ônibus.

Nos horários de pico, a cada 4,5 minutos sai um Ligeirão do Terminal Boqueirão e outro da Praça Carlos Gomes. Fora do pico, a freqüência média é de 10 minutos. A freqüência do Expresso Boqueirão é de, em média, oito minutos no horário normal e também  a cada 4,5 minutos nos horários de pico.

Fonte: Jornale

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Curitiba inscreve Ligeirão Leste-Oeste e Inter 2 no PAC

07/04/2011 - Agencia Curitiba

Curitiba inscreveu no PAC da Mobilidade das Grandes Cidades dois projetos para a evolução da Rede Integrada de Transporte (RIT), que somam R$ 441,5 milhões. 

Deste total, R$ 318,5 milhões são para a duplicação da capacidade de transporte da Linha Direta Inter 2, a partir da readequação da infraestrutura viária e a reconstrução de cinco terminais de transporte. Outros R$ 123 milhões são para a implantação do Ligeirão no eixo Leste-Oeste.

“O planejamento de Curitiba tem o transporte público como prioridade. Avançamos com a Linha Verde, o ligeirão e com o aumento da capacidade da RIT. O melhor transporte público em uma cidade não se dá apenas com um sistema ou um tipo de veículo, mas pela multimodalidade”, diz o presidente do Ippuc, Cléver de Almeida.

Metrô - Os dois projetos foram inscritos juntamente com o projeto de implantação da primeira fase do Metrô de Curitiba - orçado em R$ 2,2 bilhões - e se enquadram nos critérios do PAC 2 que prevê investimentos de R$ 18 bilhões.

Os recursos serão usados em financiamentos para sistemas de transporte sobre pneus, corredores de ônibus exclusivos e de veículos leves sobre pneus e ainda sistemas sobre trilhos, como trens urbanos, metrôs e veículos leves sobre trilhos.

Inter 2 - O projeto de ampliação da capacidade da linha Inter 2 prevê a adequação viária com a implantação de binários, faixas exclusivas, construção de trincheiras em pontos críticos e a reconstrução dos terminais de transporte do Cabral, Campina do Siqueira, Portão, Capão Raso e Capão da Imbuia.

Na nova configuração dos terminais de integração a parada dos ônibus expresso será no subsolo com as demais linhas operando na superfície.

Novos ônibus articulados, com portas para embarque e desembarque pelos dois lados, vão operar na linha em substituição aos veículos atuais. O Ligeirinho Inter 2 transporta 80 mil passageiros por dia, num percurso circular com 76 quilômetros de extensão (38 Km por sentido) e passa por 22 estações-tubo (ida e volta).

Leste-Oeste - O investimento para a implantação do Ligeirão no Eixo Leste Oeste prevê o desalinhamento das estações-tubo e o alargamento da via expressa, para permitir as ultrapassagens.

No eixo Leste-Oeste são transportados 195 mil passageiros por dia. Com o ônibus de maior capacidade e o menor número de paradas o tempo de viagem será menor, a exemplo do que ocorre no eixo Boqueirão em que o passageiro ganhou 15 minutos no trajeto.

A Rede Integrada de Transporte atende Curitiba e 13 municípios da região e registra, por dia 2,4 milhões de passageiros em 350 linhas com 1.915 ônibus.

No total, são 81 quilômetros de canaletas, 30 terminais (21 urbanos e nove metropolitanos) e 364 estações tubo. Somados, os ônibus percorrem por dia 500 mil quilômetros em 21 mil viagens.
 

domingo, 3 de abril de 2011

Curitiba ganha mais 97 novos ônibus no dia do aniversário

29/03/2011

Curitiba 318 Anos

O prefeito Luciano Ducci destaca a melhoria no transporte público na capital.//

Baixe o Flash Player.
mais áudios da notícia

No dia em que Curitiba completou 318 anos, o prefeito Luciano Ducci entregou mais 97 ônibus novos para a cidade. Todos foram apresentados no estacionamento do Parque Barigui. "São veículos modernos e confortáveis, que vão melhorar a nossa frota", disse o prefeito Luciano Ducci.

O prefeito afirmou que em 15 dias os ônibus devem estar circulando pelas ruas de Curitiba. Entre os 97 novos veículos estão 9 biarticulados azuis, o ligeirão, 1 biarticulado vermelho, 10 expressos articulados, 37 ligeirinhos, 3 convencionais micro especial, 4 convencionais, 3 convencionais articulados, 12 alimentadores, 1 interbairros e 17 metropolitanos.

"Estamos avançando com novos veículos e com a utilização do biocombustível. O Ligeirão fará viagens mais rápidas, pois irá parar menos durante o trajeto", explicou o presidente da Urbs, Marcos Isfer. O prefeito Luciano Ducci afirmou que além dos ônibus, a Prefeitura também investe nas reformas de terminais.

"O terminal do Santa Cândida será inteiro reformado com o PAC da Copa. São várias obras em andamento na cidade. Curitiba virou um verdadeiro canteiro de obras”, disse Ducci. O presidente da Volvo do Brasil, Luís Carlos Pimenta, também participou da entrega dos ônibus. "É um orgulho participar dessa nova etapa do transporte de Curitiba", afirmou.

Os vereadores João Claudio Derosso, presidente da Câmara, João do Suco, líder do Governo, Serginho do Posto, Tito Zeglin, Emerson Prado, Tico Kuzma, Julieta Reis, Felipe Braga Cortes, Algaci Tulio, Beto Moraes, Aldemir Manfron, Celso Torquato, Jair Cézar, Juliano Borghetti e Pastor Valdenir Soares.


 

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Frota terá até julho 544 novos ônibus Modernos, mais confortáveis e seguros

28/03/2011-Agência Curitiba

Curitiba vai ganhar nos próximos quatro meses 544 ônibus zero quilômetro, o que representa 29% dos 1.915 veículos da frota operante da Rede Integrada de Transporte. Os primeiros 97 ônibus novos serão entregues pelo prefeito Luciano Ducci nesta terça-feira (29), dia em que a cidade completará 318 anos.
 
Modernos, seguros e confortáveis, os novos ônibus fazem parte de um projeto de melhorias do transporte coletivo iniciadas no ano passado, quando a cidade ganhou o Ligeirão Boqueirão, nova bilhetagem eletrônica, dois novos pontos de integração do sistema e a entrada em operação de 40 articulados na frota do Inter 2 linha que excluindo o Expresso, é a mais carregada do sistema, com 77 mil passageiros por dia.

A Rede Integrada de Transporte atende Curitiba e 13 municípios da Região e registra, por dia 2,3 milhões de passageiros em 350 linhas com 1.915 ônibus. No total, são 81 quilômetros de canaletas, 30 terminais (21 urbanos e nove metropolitanos) e 364 estações tubo. Somados, os ônibus percorrem por dia 490 mil quilômetros em 21 mil viagens.

Confira abaixo algumas das melhorias do transporte coletivo:

Ligeirão Boqueirão – Linha Direta Expressa entrou em operação em março, reduzindo em 15 minutos o tempo de viagem entre o bairro e o centro.

Integração Temporal – Integração feita com o cartão transporte nas estações São Pedro, da Linha Verde; e Santa Quitéria, no bairro do mesmo nome. A novidade permite que o usuário desembarque do ônibus de um lado da rua e entre na estação no outro lado, sem pagar nova passagem.

Ônibus novos – No ano passado Curitiba ganhou 189 ônibus zero quilômetro, uma renovação de quase 10% da frota operante, o que contribui com o meio ambiente, porque os novos ônibus têm motores menos poluentes. A idade média da frota atualmente está em 4,6 anos.

Inter 2 – Os 77 mil passageiros desta que é uma das linhas mais conhecidas da cidade foram beneficiados  com aumento da oferta de lugares em 20%. É que 40 dos 70 ônibus da frota do Inter 2 passaram a ser articulados. As 28 estações do Inter 2 foram ampliadas em 50%, passando a ter três portas.

Crédito fácil – Desde agosto, quem usa cartão transporte já não precisa procurar os antigos carregadores de crédito. Agora, a carga é automática, feita no próprio validador que libera a catraca do ônibus, estação ou terminal. Mais rápido, mais fácil e mais seguro.

Biocombustível – Iniciado em agosto de 2009, com seis ônibus que percorriam 15 mil quilômetros com 20 mil litros de combustível por mês o projeto foi ampliado passando a 60 mil quilômetros. Agora, será ampliado novamente, passando a ser usado por 30 ônibus que vão percorrer 220 mil quilômetros e usar cerca de 200 mil litros de combustível por mês. A redução na emissão de poluentes é de 50% em relação aos ônibus convencionais.

Hibribus – Curitiba foi a cidade brasileira escolhida para o teste do primeiro ônibus híbrido da Volvo, movido com motor elétrico e a diesel/biodiesel, com economia de combustível de 54,68% na média km/l. A projeção anual é de redução de 32 toneladas na emissão de monóxido de carbono; 473 kg de óxido de nitrogênio; e 11,2 kg de material particulado. 

Ônibus de 28 metros começa a circular em Curitiba

28/03/2011 - G1 PR
Ônibus de 28 metros começa a circular em Curitiba

Biarticulados azuis são os maiores do mundo, de acordo com a Prefeitura.

"Ligeirão" é movido a óleo de soja e tem capacidade para 250 passageiros.

Começam a circular nesta semana em Curitiba, nove novos biarticulados azuis, chamados de “Ligeirão”. O ônibus, movido a óleo à base de soja, é o maior do mundo em comprimento (28 metros), de acordo com a prefeitura da capital paranaense.

O Ligeirão tem capacidade para 250 passageiros, sinal luminoso para indicar a abertura das portas, o que beneficia especialmente pessoas com dificuldade de audição, e plaquetas em braile indicando o nome da linha colocadas nos braços e encostos dos bancos reservados a portadores de deficiência, idosos e gestantes.

Os novos ônibus farão as linhas Pinheirinho - Carlos Gomes, na Linha Verde, e Ligeirão Boqueirão, na Marechal Floriano. A previsão é de que ainda neste semestre, Curitiba tenha um total de 24 ônibus deste modelo.

Segundo a Prefeitura de Curitiba, as viagens do Ligeirão serão mais rápidas, com paradas nos terminais e em um número reduzido de estações.

Depois do lançamento do ônibus, foi distribuído à população o bolo gigante em comemoração ao aniversário da capital, que completa 318 anos nesta terça-feira (29).

Ligeirão azul Novo biarticulado amplia em 45% oferta de lugares

28/03/2011 - Agencia Curitiba

O novo biarticulado azul que o prefeito Luciano Ducci apresentou à população na tarde deste domingo (27) faz parte da nova frota do sistema Ligeirão que transporta 53 mil passageiros por dia.  Com capacidade para 250 passageiros, movidos exclusivamente a biocombustível, eles vão substituir os articulados com capacidade para 170 passageiros que fazem as linhas do Ligeirão Pinheirinho-Carlos Gomes e Boqueirão.

A frota de biarticulados azuis representa um aumento de 45% na oferta de lugares nestas duas linhas. Produzidos pela Volvo do Brasil, com carroceria Neobus, os novos biarticulados vêm com alta tecnologia o que representa mais conforto e mais segurança para os passageiros.

Além da cor diferenciada, que facilita a identificação para o usuário, o Ligeirão Azul tem vidros com película fumê, exaustores e ventiladores para manter a temperatura interna mais amena, bancos ergonômicos com estofados, sinal luminoso para indicar a abertura das portas beneficiando especialmente pessoas com dificuldade de audição, e plaquetas em braille indicando o número do ônibus, no encosto traseiro  do banco situado em sua frente.

No sistema Ligeirão o ônibus faz menor número de paradas e conta com tecnologia que permite a abertura dos semáforos que lhe garante prioridade no cruzamento. Sensores avisam o  semáforo da passagem do ônibus dentro de determinado tempo de forma a que, ao chegar ao cruzamento, o sinal esteja aberto para o transporte. Testado desde o ano passado o sistema mostrou-se eficaz e totalmente seguro para o trânsito.

Ultrapassagem - O eixo de transporte Linha Verde Sul, que entrou em operação em 2009 inaugurou o sistema Ligeirão em Curitiba. Além da tecnologia de prioridade ao transporte no semáforo, o sistema tem na ultrapassagem o seu grande diferencial. Mesmo que um expresso vermelho estiver parado na estação, o Ligeirão, que agora terá cor azul, poderá seguir em frente.

A Linha Verde já foi construída para permitir ultrapassagem e a avenida Marechal Floriano Peixoto, por onde passam as linhas Pinheirinho-Carlos Gomes e Boqueirão foi alargada no ano passado.

Desde então, a viagem entre o terminal Boqueirão e a Praça Carlos Gomes, numa distância de 20,5 quilômetros, é feita em 20 minutos, 15 minutos a menos do que pelo Expresso. Enquanto o Expresso faz 19 paradas, o Ligeirão faz apenas cinco. 

O Ligeirão Boqueirão, com uma frota de dez ônibus articulados, passará a contar com dez biarticulados. O intervalo entre um ônibus e outro, no horário de pico, é de cinco minutos. A linha atende, por dia útil, 25 mil passageiros. As paradas desta linha são nos terminais Boqueirão, Carmo e Hauer, e nas estações Cefet e Praça Carlos Gomes.

A linha Pinheirinho-Carlos Gomes, com uma extensão de 22,4 quilômetros, tem nove paradas (cinco na Linha Verde e quatro na Marechal), com tempo de viagem de 25 minutos, 10 minutos a menos do que pelo Eixo Sul, formado pelas avenidas Winston Churchill, República Argentina e Sete de Setembro. Por dia são transportados 28 mil passageiros, com intervalo nas estações, no pico, de quatro minutos.

Os ônibus param nas estações São Pedro, Xaxim, Santa Bernadethe, Fanny e Marechal Floriano, na Linha Verde; e Parolin, Almirante Gonçalves e Cefet na Marechal Floriano, com ponto final na Estação Lourenço Pinto.

Serviço:

Linha Pinheirinho-Carlos Gomes
Faz a ligação entre o Terminal Pinheirinho e a Estação Lourenço Pinto, no Centro, com cinco paradas na Linha Verde e duas na Marechal Floriano. O tempo de viagem é de 25 minutos, com intervalo de quatro minutos.

Ligeirão Boqueirão
Liga o Terminal Boqueirão à Estação Praça Carlos Gomes, no Centro, fazendo além do ponto de chegada e saída, mais três paradas: nos terminais Carmo e Hauer e na Estação Cefet. O tempo de viagem é de 20 minutos, com intervalo, entre os ônibus de cinco minutos.