sábado, 22 de outubro de 2011

Curitiba Prefeitura entrega mais 161 ônibus novos nesta segunda

22/10/2011 - Agência Curitiba

Curitiba ganhará na segunda-feira (24) mais 161 ônibus zero quilômetro para a Rede Integrada de Transporte. Serão 13 novos biarticulados de 28 metros; 35 Ligeirinhos; 6 Interbairros; 63 Alimentadores e 44 Convencionais.

Esta é a terceira entrega de ônibus feita neste ano como parte de um projeto que prevê uma renovação de 30% da frota em 2011. Até dezembro serão 557 ônibus novos no total, num investimento de R$ 253 milhões.

Com os novos ônibus, a idade média da frota de Curitiba cai de 4,7 para 4,5 anos. Os resultados são mais conforto e segurança para os passageiros e redução na emissão de
poluentes. Só a renovação da frota neste ano significa 18.273 toneladas de poluentes a menos.
Modernos, os novos veículos atendem em 100% as normas nacionais de acessibilidade. Esta é outra vantagem da renovação constante que vem sendo feita: a acessibilidade no sistema de transporte em Curitiba é de 90%.

A Rede Integrada de Transporte (RIT) tem 1.915 ônibus e registra 2,3 milhões de passageiros transportados por dia útil. São 355 linhas, 364 estações tubo, e seis mil pontos de parada. Os ônibus da RIT percorrem por dia 490 mil quilômetros e fazem 21 mil viagens/dia.

Serviço

Prefeitura entrega mais 161 ônibus novos à cidade
Data: Segunda-feira, 24 de outubro
Horário: 10h
Local: Parque Barigui
Fonte da Matéria: http://www.curitiba.pr.gov.br/

domingo, 16 de outubro de 2011

Curitiba ganha 26 novos biarticulados na linha leste-oeste

14/10/2011 - Gazeta do Povo

Os passageiros da linha biarticulado Centenário/Campo Comprido, em Curitiba, passaram a ter acesso a 26 novos ônibus. O veículo, considerado maior ônibus do mundo, entrou em operação no trecho que atravessa a cidade de leste a oeste.

O novo ônibus é do mesmo modelo do ligeirão que atende as linhas Boqueirão (que possui 10 veículos) e Pinheirinho/Praça Carlos Gomes (com outros 14 ônibus). O veículo possui 28 metros de comprimento e tem capacidade para 250 passageiros. A linha Centenário/Campo Comprido atende, diariamente, 100 mil passageiros.

O novo ônibus, apesar de ser do mesmo modelo dos ligeirões, continuará com a linha convencional (sistema parador), atendendo todas as estações tubo e terminais do trecho. A inclusão dos 26 novos biarticulados não substitui, de imediato, todos os veículos da antiga frota. De acordo com a prefeitura, a substituição será gradativa.

O investimento total para a compra da frota foi de R$ 26 milhões, além de R$ 400 mil para a adequação do eixo leste-oeste e ampliação das estações tubo da Praça Eufrásio Correia, no Centro de Curitiba. A melhoria foi necessária, segundo a prefeitura, para que as estações e as vias por onde passam os biarticulados possam receber os ônibus maiores.

A prefeitura também informou que, em 2012, está programando a inclusão de novos ônibus em outras linhas de expresso, como o eixo norte-sul, por onde passa o biarticulado Santa Cândida/Capão Raso.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Luciano Ducci lança maior ônibus do mundo no eixo Leste/Oeste

08/10/2011 - Prefeitura de Curitiba

O prefeito Luciano Ducci inaugurou neste sábado (8) o novo ônibus Expresso em Curitiba. São 26 novos ônibus biarticulados de 28 metros de comprimento, o maior ônibus do mundo, que entraram na linha Centenário-Campo Comprido, que atende 100 mil passageiros por dia.


"É um ônibus mais moderno, com mais espaço, que oferece mais conforto e segurança aos passageiros. As pessoas têm orgulho quando veem um ônibus como esse rodando na sua cidade e atendendo os passageiros com mais qualidade", disse Luciano Ducci, que embarcou no terminal Campo Comprido às 8h13 da manhã e seguiu até a praça Rui Barbosa, num trajeto que levou 28 minutos. O deputado federal Fernando Francischini acompanhou o prefeito no trajeto de ônibus.

"É muito bom de dirigir. E que honra levar o prefeito", disse Márcio Joffe motorista da empresa Araucária Urbana, que dirigiu o ônibus prefixo LE701. "Embora maior, o ônibus traz inovações que dão mais leveza, conforto e segurança também para dirigir", afirmou.

A vendedora Andressa Moreira, moradora do Campo Comprido, usou o novo "Vermelhão" para ir ao trabalho, uma loja de celulares perto da Rui Barbosa. "É bonito e espaçoso. Dá gosto andar num ônibus assim", afirmou.

O prefeito anunciou que gradativamente toda a frota de 161 biarticulados será substituída pelo novo modelo de ônibus em Curitiba. Ducci destacou detalhes do ônibus, como maior espaço no corredor, sinais sonoros e luminosos de abertura e fechamento de portas, espaço para cadeirante e plaquetas em braille nos encostos dos assentos especiais para portadores de deficiência.

Atento ao que se passava pela cidade no trajeto do ônibus, Ducci comprovou que, de fato, a novidade tem sido motivo de orgulho para a cidade. Pessoas nas ruas e calçadas paravam para ver o novo Expresso passar.

"Ele é tão bonito e confortável quanto o Ligeirão", atestou o prefeito, confirmando que o Ligeirão entrará em operação na linha Centenário-Campo Comprido já em 2013. No ano que vem, destacou, o Ligeirão será inaugurado no eixo Norte, ligando o terminal Santa Cândida à Praça do Japão. O Expresso Ligeirão (na cor azul) faz menos paradas, reduzindo de forma significativa, o tempo de viagem.

A substituição dos antigos ônibus da linha Centenário-Campo Comprido pelo novo biarticulado de 28 metros de comprimento e capacidade para 250 passageiros representou um investimento de R$ 26 milhões na compra dos ônibus e outros R$ 400 mil na adequação dos eixos Leste-Oeste e ampliação, em dez metros, da estação Eufrásio Correia que passou a ter 52 metros em cada tubo (ida e volta).

Só neste ano, o prefeito já entregou à cidade 432 ônibus zero quilômetro, com nova tecnologia e novo design, distribuídos em diferentes linhas, num investimento total de R$ 182 milhões. Dos ônibus já entregues e em operação, 50 são megabiarticulados – 24 Ligeirões (azul) nas linhas Boqueirão e Pinheirinho-Carlos Gomes (Linha Verde) e agora 26 do sistema parador (vermelho) na linha Centenário-Campo Comprido. Até o fim do ano serão mais 125, num total de 557 ônibus novos em 2011.

Quem já experimentou o novo ônibus, aprovou de imediato. "É muito bonito mesmo, tem bastante conforto", afirmou João Andrei, que trabalha em obras da construção civil na região, fazendo coro a afirmações de vários passageiros ao longo da viagem.

Além do prefeito Luciano Ducci fizeram questão de fazer a viagem inaugural do novo Centenário Campo-Comprido os vereadores João do Suco, Emerson Prado, Aldemir Manfron e Professor Galdino. Também participaram vários secretários municipais e os administradores das regionais Matriz, Luiz Hayakawa; Santa Felicidade, Inês Ultramari Hartl; Portão, Gilberto Bedin e Boqueirão, Emilio Antonio Trautwein. "Esse novo ônibus é um grande benefício para a população", disse o secretário de Relações com a Comunidade, Fernando Guedes.

sábado, 8 de outubro de 2011

Vermelho Ferrari do Expresso é tradicional há 37 anos

07/10/2011 - Prefeitura de Curitiba

Em 22 de setembro de 1974 Curitiba implantou o Sistema de Ônibus Expresso. Com a inauguração do primeiro dos seis eixos de transporte existentes, ligando Santa Cândida ao Capão Raso, rodaram pela primeira vez, em canaleta exclusiva, ônibus então com design revolucionário, pintados nas cores vermelho e preto. 

Em 1974, definiu-se que a cor dos ônibus expressos estreantes – vinte, num primeiro momento – seria vermelho Ferrari. A escolha tinha seus motivos: como os expressos rodavam em canaleta própria, trafegavam com velocidade média acima dos ônibus de demais linhas que compartilhavam as ruas com os demais veículos. A cor acompanha os expressos desde os ônibus pioneiros, tipo Padron, depois os articulados, e hoje os biarticulados.

Projetista dos novos expressos é curitibano

Novo Expresso passará por 12 bairros em 36 quilômetros
O objetivo era não só chamar a atenção da população para que, ao cruzar a via exclusiva, redobrasse cuidados, evitando atropelamentos, como também motoristas vindos de ruas transversais e passíveis de colisão, por descuido ou por não obedecerem  sinalização viária.

A identificação visual do Sistema de Transporte de Curitiba, a partir de 1974, foi copiada gradativamente em outros centros urbanos. Além da cor vermelho Ferrari dos expressos, que já tem tradição de 37 anos e sempre manteve a mesma textura, os demais coletivos têm cores diferenciadas facilmente lembradas pelos usuários na hora do embarque em alguma linha.

Na época da implantação do sistema expresso, a frota do transporte coletivo local era composta exclusivamente por 535 ônibus convencionais pintados nas cores verde e amarelo. Começava ali uma revolução urbana, responsável pela transformação da Curitiba em que predominavam linhas radiais, ligando o centro aos bairros, além de umas poucas linhas diametrais, mas sem direito à integração físico-tarifária.

“Em apenas dez anos, a partir da criação do eixo Norte / Sul, a cidade ganhou identidade própria, um novo desenho, graças à implementação do Plano Diretor de 1965, e à renovação e consequente identificação do sistema de transporte mediante uso de cores diferentes para cada categoria de ônibus”, explica o presidente da Urbs – Urbanização de Curitiba S/A, Marcos Isfer.

Outras cores - Os ônibus convencionais são amarelos, facilmente visíveis nas ruas por onde circulam outros coletivos multicoloridos. As linhas convencionais não permitem integração físico-tarifária, mas os ônibus amarelos servem também linhas chamadas Troncais – as que ligam o centro da cidade a alguns terminais de bairros, a partir de onde a pessoa pode fazer a integração desejada.

Os interbairros, em circulação desde 1979, são verdes – uma alusão aos bairros por onde passam, em sua maior parte guardiães de grandes áreas verdes. Os ônibus alimentadores – aqueles que transportam as pessoas dos terminais de bairro aos pontos mais distantes desses mesmos bairros, são alaranjados - cor próxima à vermelha dos expressos.

Em 1983 começaram a trafegar os primeiros micro-ônibus da linha Circular Centro, bem como os micros da então existente Linha da Vizinhança – os coletivos das duas linhas ganharam a cor branca, bem como os micros especiais da linha Interhospitais.

Com a inauguração do Sistema Integrado de Transporte de Ensino Especial (Sites), em 1988, alunos portadores de deficiência e usuários das linhas de acesso a educandários especiais, são transportados em ônibus azuis, com faixa amarela decorativa na carroceria, equipados com elevadores, espaço interno para cadeiras de rodas e bancos com cinto de segurança. Em 1991, finalmente, com a chega dos ônibus das Linhas Diretas – os populares Ligeirinhos -, o sistema de transporte ganhou mais uma cor: cinza prateada

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Prefeito lança "mega Expresso" na Leste-Oeste

05/10/2011 - Prefeitura de Curitiba

Para receber os maiores ônibus do mundo, a estação da praça Eufrásio Correia foi ampliada em 10 metros.

Na manhã deste sábado (8) entram em operação na linha Leste-Oeste 26 novos ônibus biarticulados . Às 8 horas, o prefeito Luciano Ducci embarca no terminal Campo Comprido para a viagem inaugural no megabiarticulado que liga ao Centenário num ato que marca a evolução do transporte urbano na cidade.

Os maiores ônibus do mundo entram para a Rede Integrada de Transporte no ano em que o Expresso completa 37 anos de implantação. O sistema, que criou o que o mundo conhece hoje como BRT (Bus Rapid Transit), evolui em qualidade com veículos de 28 metros de comprimento e capacidade para 250 passageiros.

Os 100 mil passageiros que diariamente utilizam a linha Centenário/Campo Comprido ganham conforto, agilidade e segurança com os novos ônibus.
A entrada em operação dos mega expressos na Leste-Oeste marca também a renovação da frota de ônibus em Curitiba que passa a contar com um novo padrão de biarticulados iguais aos Ligeirões, que já circulam nos eixos Boqueirão e Linha Verde.
Conforto e tecnologia - O investimento nos novos veículos é de R$ 26 milhões. Os ônibus, com chassis Volvo e carroceria Neobus, têm novo desenho aerodinâmico. Contam ainda com bancos mais largos, assentos exclusivos para idosos e portadores de deficiência, espaço diferenciado para cadeirantes, botão de alerta em que o cadeirante pode avisar o motorista de que vai desembarcar, e balaústres em relevo próximo aos bancos especiais, facilitando sua identificação por portadores de deficiência. As janelas panorâmicas, com vidros escurecidos, garantem melhor controle da luminosidade e mais conforto interno.
Fechamento e abertura de portas são precedidos tanto por avisos sonoros quanto por avisos luminosos, permitindo entendimento também de passageiros portadores de deficiência auditiva.
Novas Estações – Para receber os maiores ônibus do mundo, a estação da praça Eufrásio Correia foi ampliada em 10 metros. Os passageiros das linhas expressas Centenário-Campo Comprido e Santa Cândida-Capão Raso que utilizam a estação Eufrásio Correia já podem embarcar e desembarcar com mais rapidez e segurança. As estações foram ampliadas, passando de 52 metros para 62 metros de extensão.

Galeria de Fotos: http://www.curitiba.pr.gov.br/fotos/album-transporte/24495
Foto: Valdecir Galor/SMCS

Fonte da Matéria: http://www.curitiba.pr.gov.br/

Material jornalístico passível de direitos autorais. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes. Antes de reproduzir por qualquer meio, consulte sobre autorização.