sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Painel digital informará horário de chegada de ônibus na Linha Verde

Publicado em 24/08/2010 às 11:27 - Prefeitura de Curitiba


A Urbs - Urbanização de Curitiba S/A testará na Linha Verde um sistema de informação para passageiros do transporte coletivo. Trata-se de um painel digital instalado dentro da estação-tubo, informando a localização do ônibus na linha e o tempo de chegada na estação.

O sistema será testado dentro de uma parceria com a empresa pública de transporte da cidade italiana de Perugia: Azienda Perugiana della Mobilita, com a qual a Urbs mantém um protocolo de transferência de tecnologia.
Além do sistema informativo, estão sendo discutidos outros projetos, como o uso de gás metano nos ônibus do transporte coletivo e controle de frota.
"Vamos testar para na prática ver quais benefícios e vantagens aos passageiros, e como o sistema funciona localmente", diz o presidente da Urbs, Marcos Isfer.
Para o teste com painel, foi selecionada a estação da Marechal Floriano Peixoto, nos dois sentidos, envolvendo 48 ônibus das linhas Pinheirinho/Carlos Gomes e Circular Sul, contando também os veículos reservas. Nas duas estações passam por dia aproximadamente mil passageiros.
A previsão é de que em janeiro o painel entre em funcionamento. A instalação dos painéis foi discutida durante a visita do técnico da empresa italiana Alessandro Arcangeli à Urbs. O sistema é o mesmo usado em ônibus do transporte público de Perugia e de Roma.
Os painéis funcionam com tecnologia de Identificação por Rádio Frequência. Serão instaladas centrais eletrônicas em quatro estações da Linha Verde, incluindo a da Marechal Floriano. Quando os ônibus passarem, a central aciona o painel informando o tempo de chegada do veículo. 

sábado, 21 de agosto de 2010

Ônibus coletivos podem ter bagageiro


Curitiba testa o sistema em rede de transporte
Se aprovado, sistema será exigido na renovação da frota
A Urbs (Urbanização de Curitiba S/A) iniciou recentemente testes de bagageiro interno em ônibus do transporte coletivo da capital. Conforme anunciado, o equipamento foi instalado em um ônibus da linha Interbairros 2, alternado com o Interbairros 3.
Segundo a empresa, a ideia do bagageiro é acomodar bolsas, pastas e mochilas dos passageiros, principalmente de estudantes e trabalhadores, melhorando a circulação dentro do ônibus, o conforto e também o apoio de quem fica em pé.
"Mochilas e bolsas grandes ocupam espaços consideráveis dentro dos ônibus e dificultam a circulação dentro do coletivo, além disso, com as mãos livres, o passageiro pode se apoiar com mais segurança", ressalta Marcos Isfer, presidente da Urbs.
De acordo com a companhia, o bagageiro ficará em teste durante 60 dias, e depois desse prazo será avaliado os benefícios e a aceitação dos passageiros. Segundo a Urbs, a linha escolhida para o teste é bastante usada por estudantes e trabalhadores.
O bagageiro é de madeira com suporte de ferro, e foi encomendado a uma reformadora de ônibus. O sistema - com aproximadamente 10 metros, divididos em quatro partes – possui capacidade para até 60 mochilas grandes. Ele fica do lado direito do ônibus, em uma área e altura que não atrapalha a visibilidade do motorista e nem dos usuários.
Durante os testes, a Urbs coletará informações e sugestões dos passageiros e também dos motoristas. Caso seja aprovado, o equipamento será uma exigência na renovação da frota. "Deverá vir instalado de fábrica", garante Isfer.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Na homologação da primeira licitação do transporte, Luciano Ducci destaca avanços no setor e anuncia 100 ônibus novos

Prefeito Luciano Ducci assina homologação da licit ...Publicado em 09/08/2010 às 11:28


O prefeito Luciano Ducci destacou nesta segunda-feira (9), durante a homologação da primeira licitação do transporte coletivo de Curitiba, os avanços para o sistema. "É um momento histórico, pois estamos concluindo a primeira licitação de um sistema que funciona há quase 60 anos", disse Luciano Ducci. "A licitação é resultado de um processo participativo, que resultará em benefícios diretos aos passageiros do transporte público e mais transparência aos contratos."

Na cerimônia de homologação, assinada pelo presidente da Urbs (Urbanização de Curitiba S/A), Marcos Isfer, foi anunciada a autorização para a compra de mais 100 novos ônibus, que irão aumentar a frota do transporte coletivo.
"A sustentabilidade social, ambiental e econômica são os pilares dessa licitação, combinando menor custo e a qualidade do serviço prestado aos cidadãos. A licitação dará ainda mais qualidade ao um sistema que já é referência dentro e fora do país", disse Isfer.
Os contratos com os três consórcios vencedores - Pontual, Pioneiro e Transbus - serão assinados nos próximos 30 dias. A previsão é de que as 11 empresas que integram os consórcios iniciem os serviços licitados 90 dias depois da assinatura dos contratos.
O Consórcio Pontual é formado pelas empresas Transporte Coletivo Glória, Auto Viação Marechal, Auto Viação Mercês e Auto Viação Santo Antonio; o Consórcio Transbus é integrado pelas empresas Auto Viação Redentor, Araucária Transporte Coletivo e Expresso Azul; e o Consórcio Pioneiro pelas empresas Viação Cidade Sorriso, Viação Tamandaré, Auto Viação São José e CCD-Transporte Coletivo.
A licitação previu a operação de todas as linhas de transporte coletivo de Curitiba. São 250 linhas do sistema principal e 52 complementares - Linha Turismo e Sistema Integrado de Transporte do Ensino Especial (Sites). São do sistema principal as linhas Expresso, Direta (Ligeirinho), Interbairros, Troncais, Alimentadoras, Convencionais e Circular, divididas em três lotes. No total, é previsto o atendimento, em dias úteis, de 1.836.704 passageiros, com uma frota operante de 1.399 ônibus. A frota total tem 2.372 ônibus. O sistema tem 21 terminais e 315 estações-tubo.
A licitação prevê outorga de concessão de R$ 252 milhões, com prazo de concessão de 15 anos renováveis por mais dez anos desde que sejam feitos investimentos relevantes em bens reversíveis ao sistema de transporte coletivo de Curitiba.
Entre as obrigações das empresas constam a melhoria da velocidade média operacional; maior conforto aos passageiros; busca de inovações tecnológicas priorizando o meio ambiente e o bem estar do usuário; capacitação de seus funcionários; até 2012, 10% da frota deverá rodar com 100% de biocombustível; e de seguro de vida para os passageiros que usarem o transporte coletivo.
Dentro do novo sistema, o metro quadrado por passageiro dentro dos ônibus aumentará de 6 para 8. Outra novidade é a criação de um serviço especial para atender pessoas com dificuldade de locomoção, como obesos mórbidos e deficientes físicos.
"A Urbs colocará dois ônibus por Regional para buscar em casa e transportar até um terminal mais próximo passageiros que se enquadram nessa categoria de atendimento especial", disse o diretor de Transporte da Urbs, Fernando Ghignone, presidente da Comissão de Licitação.
O presidente da Câmara Municipal, vereador João Cláudio Derosso, destacou a iniciativa da licitação. "Mais uma vez Curitiba é referência. Muitas outras capitais que ainda não fizeram suas licitações estão buscando aqui o modelo", disse Derosso.
O vereador Mario Celso Cunha, líder do governo municipal na Câmara, destacou o processo participativo da licitação do transporte. "Foi um processo que começou com criação de uma Comissão de Estudos Tarifários, com participação de segmentos representativos da sociedade como Câmara de Vereadores, Ordem dos Advogados do Brasil, Ministério Público além de instituições sindicais e audiências públicas", disse Mario Celso.
Participaram do evento de homologação da licitação do transporte os vereadores Jair Cezar e Jairo Marcelino e todos os secretários municipais.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Cascavel renova a frota de micro-ônibus





Foram entregues nove unidades


Com o objetivo de ampliar as condições de transporte coletivo urbano, a cidade de Cascavel (PR) acaba de substituir nove unidades de micro-ônibus. Segundo o departamento de transportes local, a medida elevará a capacidade operacional em 55%.

Cada modelo pode transportar 70 passageiros, enquanto que os antigos transportavam 44. Os veículos serão utilizados as linhas dos bairros Lago Azul, Periolo, Floresta via Brasília, Consolata, e Melissa, partindo do Terminal Leste. Outros bairros que serão atendidos são o Canadá, Cancelli, Claudete e Fag, estes partindo do terminal Oeste.

Outra mudança anunciada será a renovação da frota, com a inclusão de 13 novos veículos comuns em substituição aos que tiveram seu tempo de vida útil vencido.

Acessibilidade

Tais modelos já estão todos adaptados com elevadores, aumentando assim para 110 ônibus, atendendo a demanda para pessoas com deficiência. Atualmente, a frota possui 60% de carros com acessibilidade, com esses novos veículos o atendimento passará para 81% no atendimento.