segunda-feira, 8 de junho de 2015

Micro-ônibus montado na Itaipu se soma ao Curitiba Ecoelétrico

07/06/2015 - O Paraná

Um miniônibus elétrico passará a integrar a frota do projeto-piloto Curitiba Ecoelétrico, que completou um ano de operação dia 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente. Desenvolvido em parceria entre Itaipu Binacional, Prefeitura de Curitiba, Aliança Renault-Nissan e Centro para a Excelência e Inovação na Indústria Automóvel, de Portugal, o projeto já conta com uma frota de 12 veículos elétricos e dez eletropostos, conectados a um centro de MONITORAMENTO e controle.

Montado na usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu, o miniônibus elétrico tem capacidade para 16 pessoas sentadas. Com chassi Agralle e carroceria Mascarello, o veículo deve seguir viagem para Curitiba nos próximos dias. O elétrico deverá ser usado pela Secretaria de Turismo do município. A entrada em operação deve acontecer ainda este mês.

Segundo a diretora financeira executiva de Itaipu, Margaret Groff, apesar de não ser incorporado ao transporte coletivo da capital, "a utilização do miniônibus na frota do Ecolétrico trará insumos importantes para o desenvolvimento tecnológico da plataforma, que tem como finalidade a interação entre os diferentes modais e o compartilhamento de veículos, entre outros benefícios", diz ela.

Em Curitiba, os elétricos são utilizados pela Guarda Municipal, Secretaria Municipal de Trânsito, Departamento de Proteção Animal da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e pelos gabinetes do prefeito Gustavo Fruet e da vice-prefeita, Mirian Gonçalves.

sábado, 6 de junho de 2015

Faixa exclusiva na Rua XV faz um ano e se consolida como medida eficaz para o transporte coletivo

05/06/2015 - Bem Paraná

Um ano depois de implantada, a faixa exclusiva para ônibus na Rua XV de Novembro confirmou a vantagem dessa medida para o transporte coletivo e seus usuários. Por dia, 57,5 mil passageiros utilizam as 13 linhas de ônibus que passam pela via e, graças à faixa exclusiva, têm conseguido chegar no horário.

Implantada no início de junho do ano passado, a primeira faixa exclusiva da cidade tem 2,5 quilômetros, no trecho entre a Avenida Nossa Senhora da Luz e a Rua João Negrão. Depois dela, foram implantadas, neste ano, faixas exclusivas na Avenida Marechal Deodoro e na Rua Desembargador Westphalen, beneficiando mais 100 mil passageiros por dia.

Iara de Fátima Moreira, que trabalha em clínica odontológica no Centro da cidade, usa a linha Detran/Vicente Machado há 30 anos e afirma que a faixa exclusiva melhorou sua vida. "Antes eu trabalhava numa clínica na Carlos de Carvalho e demorava, conforme o dia, de 40 minutos a uma hora e meia para chegar. O ônibus demorava prá passar e depois demorava prá chegar. Agora, o ônibus chega muito mais rápido e, como agora desembarco na Zacarias, em 20 ou 30 minutos no máximo estou no meu destino", conta.

O motorista do ônibus Paulo Lopes confirma a informação de Iara: "É uma diferença muito grande. Agora estou cumprindo o horário e isso melhora até o ambiente dentro do ônibus porque as pessoas têm horários e quando o ônibus atrasa parece que a culpa é da gente. Quando implantaram essa faixa pensei que agora, finalmente, estão pensando no motorista". O trajeto total – entre o Detran e o final da Avenida Vicente Machado - é feito em 55 minutos, de acordo com a tabela horária.

A cobradora Jucelma Pereira acrescenta que a faixa da Marechal Floriano melhora ainda mais a viagem do Detran/Vicente Machado: "Antes, até o Centro era uns 40 minutos no horário de pico. Agora, em dez minutos chega lá. É muito melhor para todo mundo. E essa linha passa por muitas clínicas e hospitais, tem muitas pessoas que vão de uma ponta a outra, idosos, pessoas em tratamento. Essa faixa melhorou demais mesmo. Agora com a faixa da Marechal ficou melhor ainda porque é justamente nesses dois trechos que o ônibus ficava mais tempo parado".

As faixas exclusivas levam para vias compartilhadas a prioridade que o transporte coletivo tem nas canaletas que são estruturas fechadas, concebidas para atender linhas específicas com trajeto único. No caso das faixas exclusivas, a prioridade beneficia várias linhas que têm trajetos para diferentes pontos da cidade e ganham prioridade em trechos de trânsito mais congestionado.

O projeto iniciado com a faixa da XV de Novembro prevê em torno de 20 quilômetros de faixas exclusivas em várias ruas e avenidas, entre elas Iguaçu, Getúlio Vargas, João Negrão e Conselheiro Laurindo.

Atualmente, os quase quatro quilômetros de faixas exclusivas beneficiam por dia 160 mil passageiros de 46 das 242 linhas de ônibus da cidade que trafegam em vias compartilhadas. Outras oito linhas são feitas pelos biarticulados que trafegam nas canaletas exclusivas.

Confira as linhas de ônibus beneficiadas com as faixas exclusivas:

XV de Novembro

Trecho: Entre Nossa Senhora da Luz e Praça Santos Andrade

Passageiros: 57,5 mil

Linhas: 13

Jardim Social/Batel;

Rua XV/Barigui;

Detran/Vicente Machado;

Capão da Imbuia/Parque Barigui;

Higienópolis;

Tarumã;

Alto Tarumã;

Sagrado Coração;

Pinhais/Guadalupe;

Interhospitais;

Curitiba/Piraquara (parador) e Curitiba/Piraquara (direto);

Hugo Lange;

Augusto Stresser.

Marechal Deodoro

Trecho: Entre João Negrão e Praça Zacarias

Passageiros: 30 mil (destes 13 mil usam linhas que passam na Rua XV)

Linhas: 13

Canal da Música/Vista Alegre

Novena

Jardim Social/Batel

Itupava/Hospital Militar

Rua XV/Barigui

Detran/Vicente Machado

Cristo Rei

Cajuru

Capão Imbuia/Parque Barigui

Alcidez Munhoz/Jardim Botânico

Fazendinha

Caiuá

Executivo/Aeroporto.

Desembargador Westphalen

Trecho: Entre Visconde de Guarapuava e Getúlio Vargas

Passageiros: 70 mil

Linhas: 20

Jardim Mercês/Guanabara

Universidades

Bom Retiro/PUC

Vila Macedo

Jardim CENTAURO

Guabirotuba

Vila São Paulo

Uberaba

Jardim Itiberê

Canal Belém

Alferes Poli

Guilhermina

Menonita

Vila Izabel

Vila Rosinha

Carmela Dutra

Vila Velha

Cotolengo

Ligeirinho Bairro Novo

Ligeirinho CIC/Cabral.